Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, Homem, de 36 a 45 anos, Tabacaria
MSN -



Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 Sensivel Desafio
 Cotidiano Ranzinza
 Atire no Dramaturgo - Mário Bortolotto
 Sassá Cartoon
 Jazz Ever
 Márcio Américo
 Podre 300 - Rafa Moralez
 Pierre
 Rodrigo Garcia Lopes
 Apague a luz ao sair
 Peppino de Caprio - Fábio Rigobelo
 Acorda Alice
 Kadu Batera
 Yuri - Folha na Floresta
 Thiago - BLAM
 Blog do Fischer


 
Blog do Bruka


Ironia

Essa entrevista o Marião me concedeu logo que entrei na ELEELA em outubro de 2008. Depois disso, ele já lançou cd com a Saco de Ratos, escreveu novos textos e fez muito cinema. Além de ter passado pelo que passou. Mexendo em algumas pastas antigas no PC, encontrei a versão integral da entrevista e não aquela que acabou saindo na revista. A ironia fica por conta da última frase do abre.

Bien Venido Marião, e quando eu for pra sum paulo, apareço pra gente tomar todas e bater uma sinuquinha.

 

O tempo instável de Mário Bortolotto

O dramaturgo revela por que disse não a Globo, conta que está preparando duas novas peças e que ainda encontra tempo para lançar um CD. 

O escritor, ator e dramaturgo Mário Bortolotto está com a agenda cheia. Depois de protagonizar o longa Augustas e ganhar o prêmio de melhor trilha sonora no Festival do Audiovisual de Pernambuco, com o filme Nossa Vida Não Cabe Num Opala, Bortolotto fez trilhas para dois textos de Fernanda Young no teatro, acabou de escrever a adaptação de sua peça Felizes para Sempre para o cinema e se prepara para lançar o primeiro CD com a banda Tempo Instável.  Se não bastasse tudo isso, o cara ainda consegue atualizar quase que diariamente seu blog Atire no Dramaturgo. EleEla foi até a praça Roosevelt – território favorito de Bortolotto – atirar no escritor. 

 

Quem veio primeiro, o escritor ou o dramaturgo? 

Eu sou um escritor que se tornou dramaturgo. Comecei a escrever dramaturgia por que já era ator. Minha primeira peça era muito ruim e não mostro pra ninguém. Chama-se Paz, Amor e Malandragem. Tem muita peça minha que não mostro. 

 

Está trabalhando em algum texto novo? 

Estou escrevendo duas peças. Uma já faz um tempo e é sobre desagregação familiar. Acho que as duas giram em torno deste tema. A primeira é centrada na figura de um pai bêbado, com um passado nebuloso... A outra é sobre um personagem que aparece apenas como citação na peça Homens, Santos e Desertores. Sempre me falaram que ele renderia uma peça e agora comecei a por no papel. 

 

Você se interessa por televisão? 

Sim. Se tiver um bom projeto. O Mário Prata me chamou pra fazer a novela Bang-Bang. Aceitei por que sou amigo dele, mas quando soube que o Luis Fernando Carvalho tinha deixado a direção, resolvi desistir também. Eu estava em Fortaleza num festival de cinema e o Ricardo Waddington me ligou meio cético, sem compreender como é que eu estava recusando algo na Globo. Acho que ele não conseguia entender que a Globo nunca foi importante pra mim. Quer dizer, até já foi. Tem muita coisa que a Globo fez no passado que eu gostava muito. Mas não há nada lá hoje que me interesse, infelizmente. 

 

E a polêmica com o Di Moretti (Bortolotto não gostou da adaptação para o cinema que o roteirista de Cabra Cega fez para o texto de sua peça Nossa Vida não Vale um Chevrolet)?  

Sobre esse assunto, o que posso dizer além do que já disse, é que estou tomando mais cuidado com contratos que assino. Fiz o roteiro da peça Felizes para Sempre pra cinema. Coloquei no contrato que o roteiro é meu e tem que ser filmado do jeito que foi escrito.  

 

Com essa agenda, ainda sobra tempo para ter banda? 

Tenho duas. A Tempo Instável e a Saco de Ratos. O CD da Tempo Instável estará pronto daqui uns dez dias. A Saco de Ratos eu chamo de banda de fundo de boteco. É uma banda de malucos, de bêbados mas também de excelentes músicos. Banda de blueseiros. É muito legal por que me divirto tocando com os amigos. 

 

Tem algum personagem que te interessaria fazer? 

Já fiz o Kerouac. Quando estiver mais velho, quero fazer o Bukowski.

 

 

 

 

 

 



Escrito por Bruka às 12h09
[] [envie esta mensagem] [ ]




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]